4/08/2017 18h16

“Produtiva!”-Assim foi definida reunião entre sindicatos e prefeitura de Osasco

Na manhã do dia 20 de Julho, entidades sindicais, entre elas o SUEESSOR, representado por seus dirigentes Antonio Gervásio Rodrigues, Amilton A. Moura, Cilda Queiroz, José Aparecido Nascimento e Luciana Santos, estiveram reunidos com o prefeito de Osasco, Rogério Lins, com o objetivo de dar continuidade a um encontro iniciado no dia 12 de julho.

Na ocasião (12), através do Conselho Intersindical de Saúde e Seguridade Social de Osasco e Região (CISSOR) foi entregue a assessoria de Lins, um documento ao prefeito, com as principais reivindicações do movimento sindical da região, especialmente no que se refere à continuidade de parcerias com o município de diversos projetos e programas existentes.

Entre os programas e projetos considerados prioritários: A rede de atenção integral a saúde do trabalhador, programas de atendimento aos trabalhadores vítimas do amianto e mercúrio, semana municipal de prevenção de acidentes de trabalho, criação de uma curadoria para tratar de assuntos relacionados aos interesses dos trabalhadores.

Para atender a demanda apresentada pelos sindicatos, a prefeitura trouxe: O fortalecimento do departamento de saúde do trabalhador, com a definição e indicação da coordenação médica do serviço de saúde do trabalhador da poli norte; Estudo para outorgar a condição de “autoridade sanitária” aos técnicos do CEREST (Regional de Osasco); Prestação de contas quadrimestrais à CIST e CMS dos repasses mensais ao CEREST; Definição e indicação dos cargos e funções do Departamento de Saúde do Trabalhador e CEREST em consonância com o movimento sindical, CIST e gestão municipal; Criação de fórum permanente com foco no aprimoramento e melhoria das condições de trabalho dos munícipes de Osasco; Criação de grupo de trabalho para definir prioridades em relação aos programas existentes; Monumento aos  trabalhadores vitimas de amianto; Realização de semana do trabalhador a partir de 2018; Realização de atividades no dia mundial de combate e prevenção de DST/AIDS (01 de dezembro) juntamente com a secretaria de saúde; Realização de semana municipal de prevenção de acidentes de trabalho; Agenda de trabalho decente.

Como proposta de encaminhamento, ficou definido e aprovado a criação de grupos de trabalho para definir prioridades e ações por portaria (CEREST, SS, SDTI, SA), também a criação de um fórum permanente entre o movimento sindical e gestão municipal, e instituição de uma curadoria da semana do trabalhador que deverá ser composta por 20 representantes de sindicatos, centrais sindicais, sociedade civil e organizada e SDTI (Secretária de Desenvolvimento de Trabalho e Inclusão).

Com a palavra, o presidente do SUEESSOR, Antonio Gervásio Rodrigues, pediu “para que a CIF (Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde) seja inclusa nas discussões que se referem à saúde do trabalhador, lembrando que esta é uma ferramenta importante em busca de melhores parâmetros nas avaliações médicas, principais responsáveis pela definição de incapacidade e funcionalidade dos funcionários em sem ambiente de trabalho e no retorno de suas atividades profissionais”.

Gervásio também destacou “a importância de se discutir assédio sexual no ambiente de trabalho de forma mais e ampla e objetiva, tendo em vista, a atual notoriedade dada ao tema em diversos movimentos feministas, grande imprensa e OIT (Organização Internacional do Trabalho)”.

Sobre a reunião o presidente do SUEESSOR, a definiu sendo como “produtiva!”

Ainda falando sobre gestão municipal e sindicato …

O dirigente e primeiro secretário do SUEESSOR, Amilton A. Moura Rodrigues aproveitou a oportunidade e agradeceu publicamente ao prefeito Rogério Lins, pela atenção dada ao sindicato durante troca de administradora (OS) do Hospital Municipal Antonio Giglio, e também pela promessa de sub-rogação cumprida por sua gestão que garantiu o emprego de grande parte dos trabalhadores da instituição.